Sobre nós

A Associação Europeia de Cidades Termais Históricas (EHTTA) é uma organização que representa as cidades termais históricas da Europa.

Desde o ano de 2010 que é certificada pelo Conselho da Europa para gerir a Rota Europeia das Cidades Termais Históricas, como parte do programa das Rotas Culturais.

A EHTTA foi fundada em 2009 em Bruxelas (Bélgica) por seis membros fundadores - Acqui Terme (Itália), Bath (Reino Unido), Ourense (Espanha), Salsomaggiore Terme (Itália), Spa (Bélgica) e Vichy (França). Muitas destas cidades estiveram envolvidas no projeto de cooperação de três anos “Thermae Europae” (Programa Cultura 2000), com o objetivo de valorizar e preservar o património cultural termal na Europa, e desejavam continuar a trabalha juntos, estabelecendo um rede permanente.

Como resultado, a EHTTA foi estabelecida como uma associação sem fins lucrativos, com base na necessidade de incentivar a proteção e o aprimoramento do património termal, artístico e cultural em toda a Europa. Em 2010, foi certificada pelo Conselho da Europa como uma rota cultural europeia, uma das mais de 30 em toda a Europa.

A EHTTA cresceu com 6 membros fundadores originais para uma associação sem fins lucrativos e com uma rede de 50 membros em 17 países.


Cidades e territórios que possuem um património histórico e cultural e usam suas águas termais para a saúde e o bem-estar.

 
 
39

Membros ativos

12

Membros Associados

2010

Oficialmente aprovada como Rota Cultural do Conselho da Europa

 

OS NOSSOS OBJECTIVOS

Reforçar a cooperação entre as cidades termais da Europa a nível transnacional, promovendo o intercâmbio de experiências e boas práticas entre administrações e / ou atores culturais, sociais ou económicos locais.
Incentivar, promover e desenvolver pesquisas, análises, estudos e estatísticas no setor do spa, concentrando-se principalmente na história e no património arquitetónico, nos aspectos culturais e jurídicos a ele associados.
Promover a rede a nível europeu, em estreita colaboração com instituições europeias e com o apoio de programas europeus, a fim de raumentar a consciencia sobre a especificidade das cidades termais europeias e as necessidades de sua preservação.
Aprimorar e salvaguardar o património arquitetónico e artístico das termas, promovendo a sua integração nas políticas de desenvolvimento das cidades termais, promovendo o desenvolvimento económico sustentável.
Desenvolver um produto turístico europeu comercializado em nível internacional (que possa gerar benefícios económicos para as cidades termais).

Uma rota cultural do Conselho da Europa

The A Rota Europeia das Cidades Termais Históricas é uma das mais de 38 rotas certificadas pelo Conselho da Europa, todas baseadas em temas importantes para o património cultural da Europa.

O Programa de Rotas Culturais foi lançado pelo Conselho da Europa em 1987 com a Rota de Santiago de Compostela,talvez a rota de peregrinação mais famosa da Europa, escolhida como símbolo da unificação e identidade europeia, construída como a Europa “numa história partilhada com trocas e encontros entre pessoas de diferentes origens, nacionalidades e crenças ”. Desde então, caminhos lineares e redes temáticas aderiram ao Programa - mais de 3 décadas a promover valores através da cultura, contribuindo para o turismo cultural e desenvolvimento económico.

Em 2010, a Rota Europeia das Cidades Termais Históricas foi oficialmente aprovada como Rota Cultural do Conselho da Europa , em conformidade com a Resolução CM / Res (2007) 12. Ao conceder essa certificação, esta instituição supranacional reconheceu o valor e a singularidade da tradição termal da Europa e sua contribuição para a história e identidade do continente.

B Desde então, a EHTTA tem gerido esta rede europeia permanente, comprometida em incentivar o desenvolvimento integrado de cidades termais e proteger seu património.Fazer parte do Programa de Rotas Culturais do Conselho da Europa é extremamente importante para a EHTTA e para os seus membros, pois permite o acesso à experiência partilhada com quase outras 40 rotas culturais temáticas europeias, fornecendo uma plataforma para solicitar fontes de financiamento.

MEMBROS

Active Members


municípios que se enquadram na definição estrita de cidades termais. Estes devem cumprir os critérios da EHTTA.

Associate Members


Associações ou regiões que se comprometem a promover os objetivos da EHTTA e da Rota Cultural.

International Members


Reservados a cidades termais fora da Europa que podem documentar a relação histórica com o património termal europeu.

CRITÉRIOS

  • Pertença a um país que seja membro do Conselho da Europa

  • Ter um histórico de cidade termal que remonte ao século XIX ou antes

  • Ter uma fonte de água termal ativa e usada para banhos ou ingestão como parte de um centro termal

  • Tertradição de eventos culturais e a infraestruturas relacionadas: teatros, salas de concerto, casinos, etc. .

  • Oferecer acomodações de alta qualidade com instalações específicas dedicadas à atividade termal

  • Possuir património arquitetónico termal que remonte ao século XIX, com edifícios relacionados à balneoterapia classificados como monumentos históricos

 

JUNTE-SE À NOSSA ASSOCIAÇÃO